Dicas para diminuir o Estresse no Trabalho

///Dicas para diminuir o Estresse no Trabalho

Stress

Por: Agda Mattoso

Já percebeu como boas intenções, que parecem fortes no início de um ano ou na volta das férias, vão se perdendo com o passar do tempo?
O estresse está presente no cotidiano e nas inquietações em relação à sobrevivência e ao bem esta e é aqui que o estresse e o trabalho se encontram na insegurança, no receio do desemprego, na diminuição da qualidade de vida ou em outras situações que despertam a sensação de ameaça à sobrevivência e contribuem para que as pessoas se tornem mais competitivas, exigentes e intolerantes nas relações pessoais.
A lógica do mercado demonstra que há espaço para muitos profissionais e que os bons se destacam, mas alguns insistem em se acotovelar e sobressair a qualquer custo, gerando muito estresse para si e para os outros. Neste cenário, colegas de trabalho podem se tornar inimigos declarados, ou disfarçados, impedindo que relações satisfatórias.
O fato é que no trabalho todos estão sujeitos a enfrentar situações que exigem respostas adequadas a problemas pouco conhecidos. Momentos que não oferecem um tempo ideal para a elaboração das soluções rápidas e certeiras que estão sendo exigidas. Tais momentos costumam provocar altos níveis de estresse.

O estresse é um conjunto de reações naturais sentidas pelo organismo diante da necessidade de adaptação a determinadas situações. Sendo assim, se o estresse for encarado com uma reação adaptativa natural, pode também ser considerado um tipo de bússola que serve para guiar nossa carreira profissional. Um indicador das competências e habilidades a serem desenvolvidas e que nos tornarão mais hábeis para lidar com desafios futuros.
Para diminuir o estresse no trabalho a dica é buscar o desenvolvimento, tanto pessoal como profissional, através de ações cotidianas. Veja como:
1. Leve em conta seu know how: Analise o que está sendo exigido e veja quais os recursos que você possui para atender às expectativas.
2. Use seu networking a seu favor: observe os colegas de trabalho e os profissionais que você admira e aprenda com eles. Faça um benchmarking do que é positivo e procure melhorar o que parece insatisfatório.
3. Amplie seus horizontes: se abra para o desenvolvimento pessoal e profissional, pois isso estimulará sua curiosidade e favorecerá seu envolvimento com as pessoas e as situações.
4. Invista em suas relações interpessoais: é no contato interpessoal que nos modificamos e contribuímos para a modificação do outro. Um bom profissional deve ao mesmo tempo buscar se desenvolver e preservar as relações interpessoais a fim de contribuir para um ambiente de trabalho menos estressante.
5. Encare as adversidades como oportunidade de crescimento: dessa forma, você se tornará mais potente para lidar com as situações estressantes, típicas do ambiente de trabalho.
6. Pratique a auto-avaliação:olhe para seu leque de competências e habilidades e perceba quais entre elas facilitam a adaptação às situações, por outro lado, não ignore características pessoais que  podem interferir negativamente sobre isso e busque mudanças.

Agda Mattoso é Psicóloga, Orientadora Profissional e de Carreira pela USP

 

2018-02-13T17:41:06+00:00 By |Categories: Carreira Profissional|
%d blogueiros gostam disto: