Chefe tóxico

Por: Rede OP

Foi realizada uma pesquisa nos Estados Unidos que mostra que profissionais passam cerca de 19 horas por semana preocupando-se com seus chefes. Isso significa que eles tendem a preocupar-se com certa frequência em se expressar de forma a não irritar chefes irritados! Para isso, costumam escolher criteriosamente o que podem dizer sobre determinado assunto ou decisão tomada por seus superiores. Para os estudiosos sobre o assunto, o fato de os profissionais investirem muita energia para lidar com as relações com seus superiores é um elemento que, dentre outros, compõe o conjunto de fatores estressantes que as pessoas precisam lidar no ambiente de trabalho. E ao que tudo indica, a dificuldade em colocar em prática ações que colaborem para um ambiente menos tenso é enorme, pois tal contexto, inevitavelmente acaba mexendo com afetos e influenciando o humor das pessoas. A proposta para ajudar os profissionais nesse quesito seria ensiná-los a identificar os tipos de chefes que podem prejudicar sua saúde, ou seja, tentar deixar o profissional mais consciente e preparado para lidar com isso. Confira a seguir cinco tipos de chefe e três dicas para lidar com o que o estudo denominou “gerentes “tóxicos”. Tipos de Chefes: 1. O agressor Também conhecido como bully, o chefe agressor costuma provocar seus subordinados com insultos sutis, apelidos e outras palavras de cunho agressivo. Ele humilha os colegas de trabalho de forma pública e privadamente. Além disso, não enxerga aos outros de maneira equilibrada. Tipos de chefe: 2. O micro gerenciador O chefe micro gerenciador, ou chefe “helicóptero” , é aquele que fica literalmente em cima dos ombros de seus subordinados para garantir que todas as instruções sejam seguidas corretamente, sem sair uma vírgula daquilo que foi falado. Tipos de chefe: 3. O mau comunicador O chefe mau comunicador cobra muito e explica pouco. Esse chefe faz uma verdadeira bagunça na cabeça de seus colegas. Não explica os projetos clara e corretamente e tampouco menciona prazos. No entanto, é rapidamente o primeiro a cobrá-los. Tipos de chefe: 4. O sabotador O chefe sabotador é aquele que leva o crédito pela ideia dos outros e não reconhece um trabalho bem feito. Quando os resultados são negativos, culpa aos outros por responsabilidades que seriam suas e manipula diálogos para garantir que está certo. Tipos de chefe: 5. O instável O chefe instável sofre de oscilações de humor muitas vezes imprevisíveis e incompreensíveis. Leva seus subordinados a se sentirem inseguros, confusos e frustrados. Leia aqui a todas as notícias de carreira E agora, veja três dicas para lidar com “chefes tóxicos” no escritório: 1. Seja seu próprio representante Não abaixe a cabeça para atitudes injustas e incorretas. Seja fiel a si mesmo, se represente. Discuta suas preocupações de maneira diplomática e respeitável. 2. Procure entender Se estiver com dúvidas, não espere errar para procurar ajuda. Busque esclarecimentos e evite ao máximo falhas de comunicação que possam comprometer seu trabalho. 3. Não leve para o pessoal Por mais insultante que algo possa ser, procure deixá-lo isolado na esfera profissional. Não deixe seu ego ser atingido de maneira íntima e pessoal, mas resolva a questão pela perspectiva dos negócios.

Crédito: Shutterstock.com, Universia Brasil.
2018-04-17T14:36:16+00:00